domingo, 1 de março de 2015

Veja o vídeo do discuso do governador Robson Farias na Serra do Mel


Governador Robson Faria discursa no evento e comemoração dos 100 programas do 'Programa A Voz da Serra' e aniversário de Crispiniano Neto na Vila Amazonas - Serra do Mel.

terça-feira, 22 de abril de 2014

Veja previsão de chuvas para Serra do Mel nos próximos 45 dias

Fonte: AccuWeather
3 DIAS
FINAL DE SEMANA
ESTENDIDO

quarta-feira, 16 de abril de 2014

PESQUISA ELEITORAL: Vox Populi aponta Dilma estável na liderança

Pesquisa Vox Populi / CartaCapital realizada entre os dias 6 e 8 de abril revela um cenário estável para a Dilma Rousseff (PT) a cerca de três meses do início da campanha eleitoral.


facebook/reprodução
Fonte: Revista Carta Capital
A presidenta oscilou um ponto negativo em relação ao último levantamento, em fevereiro, e aparece como a candidata favorita de 40% dos eleitores.
Juntos, os adversários somam 26% das intenções de voto. O cenário para a sucessão, portanto, praticamente não se alterou nos dois últimos meses, apesar do mau humor com a economia e da crise na Petrobras, alvo de embates por uma CPI no Congresso.
Em segundo lugar na pesquisa, o tucano Aécio Neves também oscilou um ponto para baixo. Em fevereiro, era lembrado por 17% dos eleitores. Hoje aparece com 16%.
Eduardo Campos (PSB), que durante a semana anunciou a ex-senadora Marina Silva como a pré-candidata a vice em sua chapa, soma 8% (tinha 6% há dois meses). O Pastor Everaldo Pereira, pré-candidato do PSC, tem 2%.
Os pré-candidatos Levy Fidelix (PRTB), Randolfe Rodrigues (PSOL), Eymael (PSDC) e Mauro Iasi (PCB) não pontuaram. Votos brancos ou nulos somam 15%. O número de eleitores que não sabem em quem votar ou que não responderam a pesquisa é de 18%.
Nesta quinta-feira 17 serão divulgados todos os detalhes da pesquisa CartaCapital/Vox Populi.
Para a pesquisa, o instituto ouviu 2.200 eleitores em 161 municípios. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais. (Informações da Carta Capital).
FONTE: CARTA CAPITAL/ DIÁRIO DE PERNAMBUCO.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Maria (não) vai com as outras

Em conversa com um amigo, liderança pessebista da cidade de Angicos, o mesmo me confidenciou uma conversa recente que teve com a ex-governadora Vilma de Farias. Disse ele a professora que a chapa do seu gosto era Vilma - governadora, Robson Farias - vice e Fátima - senado. Depois de um gesto de aprovação da ex-governadora ele completou: " ... e acho até que, independente de sua decisão é assim que eu vou votar".

Lula e Mossoró

Do blog Oeste em Pauta do amigo Fabiano Souza.

"Ao lado do vice-governador dissidente , Robinson Faria e do deputado federal, Fábio Faria, líderes do PSD no Rio Grande do Norte, o prefeito em exercício de Mossoró, Francisco José Júnior  também do PSD,  foi recebido em São Paulo pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT.
Na oportunidade foi anunciado o apoio do líder petista e apoio de seu partido, o PT, ao prefeito Francisco José Júnior que aparece como pré-candidato a prefeito de Mossoró, numa possível eleição suplementar. Silveira como presidente eleito na Câmara Municipal de Mossoró assumiu a prefeitura com o afastamento da prefeita Claudia Regina e do vice-prefeito Wellington Filho (PMDB) . Silveira ocupa a prefeitura de Mossoró desde dezembro de 2013, e pretende disputar a eleição suplementar de Mossoró marcadas para o dia 4 de maio."
Prefeito Silveira Junior ao lado de Lula, Fabio e Robinson Faria
Prefeito Silveira Junior ao lado de Lula, Fabio e Robinson Faria

Jogo Duro


A pesquisa do IBOPE acendeu o sinal azul e amarelo da oposição que resolveu intensificar os ataques buscando provocar mais desgastes ao governo da presidenta Dilma. Quando falo em oposição, me refiro àquela que funciona, que combate, que disputa. Me refiro à grande mídia.

Já víamos uma enxurrada de notícias negativas desde a pesquisa Ibope de novembro de 2013, que apontava a presidente já acima de 40 pontos. Seca, Pibinho, "crise" do setor elétrico, INFLAção, queda no lucro da Petrobras, "crise" da base aliada, mensalão, etc. Não funcionou. A presidente manteve a mesma popularidade e a perspectiva de vitória. Agora, a pouco mais de seis meses da eleição, a turma percebeu que não dá pra continuar com o mesmo jogo. E os barões da mídia golpista resolveram "dá no meio da canela!"

Convocaram especialmente pro jogo: o escândalo da Petrobrás, com a presidente escalada no meio do campo e um pacote de sabotagem pra copa.

Pelo visto, o povo está ligado noutro programa.

Pesquisa indica reeleição de Dilma no primeiro turno

Segundo Ibope Dilma tem 43% dos votos e seria reeleita



Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (20) indica que a presidenta Dilma Rousseff seria reeleita no primeiro turno, nas eleições deste ano. Dilma registrou 43% das intenções de voto, o mesmo percentual da pesquisa anterior, divulgada em novembro.



Ibope: com 43% dos votos, Dilma seria reeleita no primeiro turno
Ibope: com 43% dos votos, Dilma seria reeleita no primeiro turno
Em segundo lugar aparece o pré-candidato do PSDB, Aécio Neves, com 15% das intenções de voto. O tucano oscilou um ponto percentual para cima, dentro da margem de erro da pesquisa, de dois pontos percentuais.

O pré-candidato à presidência pelo PSB, Eduardo Campos, manteve os mesmos 7% das intenções de voto registrados em novembro de 2013.

Segundo turno
Em um eventual segundo turno, Dilma também sairia vitoriosa. Contra Aécio, a presidenta venceria por 47% das intenções de voto, ante 20% registrados para o senador do PSDB. Já, na disputa contra Campos, a presidente teria uma vantagem ainda maior. Dilma registrou 47% ante 16% do governador de Pernambuco.

Espontânea 
Na pesquisa espontânea (em que o Ibope não apresenta nomes), Dilma tem 23% das intenções e o segundo colocado é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com 7%. Depois vêm Aécio (6%), Campos (3%), o ex-governador José Serra (PSDB, 2%) e Marina (1%). Brancos e nulos somam 18%, e 37% não souberam ou não responderam.

O Ibope perguntou ainda sobre as expectativas de mudanças por parte do eleitor. Quase dois terços (64%) disseram esperar que o próximo presidente "mude totalmente" ou "muita coisa", enquanto 32% esperam continuidade "total" ou de "muita coisa".

O instituto fez, então, pergunta a todos os entrevistados e apenas a aqueles que querem mudanças. Neste último caso, 27% escolheram Dilma e 63% responderam que preferiam outro governante. Quando se considera todo o universo de entrevistados, 41% disseram considerar Dilma como a que tem mais condições de promover as mudanças de que o país precisa. Aécio tem 14% das preferências e Campos, 6%.

O Ibope ouviu 2.002 pessoas em 140 municípios. As entrevistas foram realizadas entre os dias 13 e 17. A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos.


Por acaso alguém mais atento que eu viu alguma menção a esta pesquisa nos jornais da Globo de hoje?