sexta-feira, 22 de março de 2013

Serra do Mel vive mais um Dia Internacional da Falta D'Água

Hoje o mundo comemorou o Dia Internacional da Água, recurso natural precioso, indispensável para a geração e manutenção da vida. Para termos uma ideia do quanto esse líquido é importante basta saber que somos gerado na água, pois cerca de 60% do conteúdo da placenta é água. Nosso corpo é composto por 70% de água, cuja manutenção fazemos diariamente, consumindo por volta de 2 litros de água.

Como nosso corpo, o planeta Terra também tem em sua composição 70% de água que estão nos rios, lagos, mares e oceanos. De todo o montante de água disponível no planeta apenas 3% é água doce, sendo que 2% encontram-se na forma de gelo nas calotas polares. Sobra 1% de água doce. Esse número seria preocupante, não fosse o fato de boa parte dessa água ser imprópria para o consumo humano, vez que estão localizadas em rios e lagos poluídos. 

O Brasil detém 12% de toda a água potável do planeta e isso é uma vantagem competitiva importantíssima o que poderá elevar o país a condição de maior potência mundial no futuro, pois estudiosos prevêem que a água será o recurso mais importante desse século, capaz de provocar disputas que resultarão em guerras. 

Hoje já existem cerca de uma dezena de conflitos ao redor do mundo cuja causa é a disputa por água. No Oriente Médio há lugares onde um litro de água é mais caro do que um litro de gasolina.

Pesquisa realizada pela ONG S.O.S Mata Atlântica, realizada em 11 estados brasileiros, dá conta que 24,5% dos rios têm água impróprias para o uso, inclusive inviáveis para a realização de tratamento e os 75,5% restantes têm condição irregular, podendo ser usada se tratada, sendo porém sendo o tratamento de elevado custo.

Serra do Mel

A Serra do Mel não tem o que comemorar neste dia. O município que tem 40 anos de projetado e quase 24 anos de emancipação, tem a população mais sofrida no estado pelo problema do desabastecimento de água. 

Na própria Serra do Mel existem boas fontes de água e algumas vilas e ela também está cercada de muncípio com grande disponibilidade de água, à exemplo de Assú, Carnaubais e Porto do Mangue. Mas porque o povo continua passando sede? Talvez a resposta a essa pergunta esteja no comportamento do prefeito atual que, segundo denúncias que nos chega, está fechando os registros da rede de abastecimento de algumas vilas para poder comprar votos com pipa de água. 

É uma coisa sinistra! Provocam o sofrimento do povo pra criarem uma oportunidade de obter vantagem eleitoral. É a indústria da sede e da sacanagem. Tudo porque os atuais governantes do município não governam para a população. Governam pra si, para manterem um esquema de empreguismo e de rapinagem dos cofres públicos. Estão transformando o município numa negócio privado: a Serra do Mel CIA LTDA.

Nenhum comentário: